Cigarro eletrônico uma alternativa para parar de fumar?

O cigarro eletrônico, também chamado de e-cigarro, é um dispositivo mecânico eletrônico desenvolvido com o objetivo de inalar nicotina e simular o ato de fumar. Nos últimos anos tornou-se cada vez mais popular, sendo considerado por alguns uma alternativa segura para o fumante por não possuir tabaco ou combustão durante o seu manuseio.

O modelo clássico é semelhante a um cigarro de verdade, contudo, existem diversos modelos disponíveis mimetizando vários dispositivos como: cachimbo, charuto, cigarrilha entre outros. De uma forma simples e didática todos estes dispositivos consistem em três partes: uma bateria, um vaporizador e um cartucho. Um sensor eletrônico detecta a sucção realizada pelo usuário, este ativa o atomizador sendo iniciada a vaporização do líquido no cartucho; isso cria uma névoa que pode ser inalada e proporciona sabor e sensação físicas semelhantes a da fumaça do tabaco.

Embora o e-cigarro apresente algumas vantagens em relação ao cigarro comum, eles não foram cientificamente avaliados e, portanto, a sua segurança e utilidade como auxílio na cessação do tabagismo é ainda desconhecida e bastante controversa. Os cigarros eletrônicos estão regulados de forma diferente em todo o mundo. Isto significa que não há restrições sobre os produtos químicos que podem ser adicionados aos cartuchos. Da mesma forma não estão sujeitos a um controle rigoroso de qualidade, e possuem diferentes quantidades de produtos químicos e de nicotina.

Além da nicotina, que representa o aspecto químico do ato de fumar, as pessoas também se tornam dependentes dos elementos físicos e sociais. Portanto, com os e-cigarros, os usuários não são encorajados a mudar seu comportamento. Sua dependência
de elementos relacionados ao hábito e psicologia do tabagismo continuam.

Em resumo, uma preocupação entre os profissionais de saúde no momento é a falta de evidências sobre o potencial perigo para o usuário do cigarro eletrônico. Embora estes produtos tenham sido desenvolvidos para serem menos prejudiciais do que fumar cigarros normais, o dispositivo contém diversos produtos químicos e estudos de longo prazo sobre os efeitos na saúde neste grupo de fumantes ainda não foram realizados. Por isso, mais pesquisas são necessárias sobre os danos causados pelas névoas, vapores, sabores e aditivos presentes neste tipo de cigarro.

Os profissionais de saúde desempenham um papel central em ajudar as pessoas a parar de fumar e escolher o método mais adequado dentro de uma gama de produtos e diversas estratégias. Se você tem alguma dúvida ou curiosidade, procure seu médico, a fim de esclarecer e encontrar o método mais adequado e eficaz na ajuda do processo de cessação de tabagismo.

Escrito por

Comments are closed.